Prévia: Dininho (PC) – o dinossauro brasileiro

Por Vinícius Rutes

Um dinossauro roxo, vesgo e além de tudo brasileiro! Você acha que pode encarar Dininho em seus diferentes mundos?

Dininho Adventures é um dos jogos brasileiros que anda conquistando o interesse de jogadores mesmo sem estar pronto. Erick Coelho é a cabeça por trás do projeto e ganhou seguidores através de lives na plataforma Twitch, onde mostra para o público a criação do seu jogo.

Erick já criou um jogo mobile chamado Malditos Asteroides, porém, Dininho Adventures está sendo um projeto muito importante que, inclusive, tem uma data base de lançamento para daqui seis meses. O desenvolvedor mencionou que faltam apenas alguns detalhes técnicos.

Inicialmente, ele trabalhava sozinho, mas ao conseguir essa visibilidade outras pessoas acabaram entrando para essa equipe, especificamente na parte de som, sendo elas: Augusto Diniz, João Pires e Gabryell “Sir G” para as músicas e também o Núcleo de Áudio para Games da FATEC Tatuí e o professor Lucas Meneguette para os Sound Effects.

Sobre o jogo

Bebendo principalmente da fonte de Super Mario World, tanto na parte da jogabilidade quanto no level design, temos como principal personagem um dinossauro roxo e vesgo.

No alpha do game ainda não temos muitas informações sobre a história, apenas vemos os diferentes mundos e como cada um deles mostra suas próprias mecânicas. Entretanto, conversando com Erick, ele me contou um pouco sobre a ideia da narrativa de Dininho Adventures.

“Em um mundo de brinquedos, um dinossauro malvado e mimado queria expandir a sua coleção, zangado por faltar um dinossauro roxo, ele atrai Dininho ao longo dos diferentes mundos com o objetivo de tê-lo como seu”.

Além disso, Erick contou sobre algumas chaves que estarão espalhadas entre os quatro mundos principais do game (floresta, caverna, gelo e brinquedo) e, ao coletar todas, um quinto mundo será desbloqueado, como um spin-off.

O que esperar de Dininho?

Com certeza muitos desafios! De um número entre um e cinco, na escala dificuldade, Erick classifica seu jogo no nível quatro e espera que realmente os jogadores sintam pesar um pouco essas diferentes mecânicas que ele traz.

Você pode conferir um pouco mais sobre o projeto no vídeo a seguir, divulgando o lançamento no alpha!

Vinícius Rutes

Vinícius Rutes é graduando em Letras - Português na UFSC, onde pesquisa sobre Literatura Digital, tecendo teorias sobre a literariedade em jogos. Quando ele não está escrevendo sobre jogos na academia, está rascunhando algo para a CBG (ou, é claro, jogando)!

Parceiros CBG