YoDa irá reavaliar parceria com Twitch após segunda suspensão

Cintia Potapczuk
2 leitura mínima

O streamer e ex-jogador profissional de League of Legends Felipe “YoDa” Noronha sofreu uma nova suspensão da Twitch nesta segunda, dia 4, após utilizar a palavra “megazord” em uma live na qual arrecadava fundos para ajudar na compra de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) para profissionais de saúde.

A primeira suspensão do streamer ocorreu no dia 17 de abril, devido ao uso da palavra “mongolóide”. Suspenso por sete dias, YoDa disse ter aceitado a punição, pois foi notificado pela plataforma previamente.

Já a segunda ocorreu durante uma live com mais de 16 mil pessoas online. YoDa estava explicando a seus seguidores o motivo da primeira suspensão, e na hora substituiu a palavra “mongolóide” por “megazord” como alternativa. Foi então suspenso novamente por 24 horas pela plataforma, sem nenhuma prévia, o que pegou todos de surpresa.

Streamer Felipe YoDa – Foto: Reprodução/Riot Games

Após o ocorrido, YoDa se pronunciou:

– Minha segunda suspensão, dessa vez, foi ao vivo, com mais de 16k pessoas online na stream. O sentimento é de impotência, frustração e constrangimento com minha comunidade, pois não fui avisado antes, como na primeira vez. Simplesmente, cancelaram a minha conta durante a live de campanha do meu Instituto – disse.

Em nota divulgada nesta terça, YoDa contou que irá reavaliar a parceria com a Twitch.

A suspensão foi feita durante uma live onde o streamer arrecadava fundos para o Instituto YoGamers do Bem, instituto do próprio YoDa que ajuda jovens de escolas públicas, em prol da campanha #GamersEmCasa, criada para o combate ao Coronavírus. O dinheiro arrecadado será destinado para organizações que produzem EPIs para profissionais de saúde e também para a produção de máscaras de proteção para a população em geral.

O canal de Felipe YoDa conta com mais de 1,6 milhão de seguidores, uma das maiores celebridades e referências no mercado de games do Brasil. A #HELLOTWITCH ficou em primeiro lugar nos Trending Topic do Twitter, em defesa do streamer.

Fonte: Globoesporte

Compartilhe este artigo
Deixe um comentário
tes